07 coisas que você NÃO deve fazer em suas redes sociais

No post passado eu estava comentando dos argumentos que escuto de clientes que não querem investir em redes sociais. Já rendeu muita coisa para pensar, não é mesmo?

Mas hoje vou falar das coisas que muitos dos meus clientes faziam quando vieram me procurar para uma mentoria para redes sociais.

Vou parecer aquela mãe (sim, eu sou mãe também) que fica dizendo “não” pra tudo, quando a criança começa a querer andar. Mas vamos combinar? É para o seu bem que vou falar esse monte de “não”.

1 Não ter uma estratégia definida

Pode parecer absurdo, mas muito cliente acha que é só dizer: preciso que faça umas artes pois quero vender pelas redes sociais. Tem aquele cliente que acha que basta só postar nas redes sociais que o “milagre das vendas” vai acontecer.

Não seja esse cliente.

Não dá pra ir pro campo jogar pra no meio da partida decidir quem será o goleiro. Não dá pra ligar o carro e sair com ele em movimento pra depois decidir quem será o motorista.

Não dá pra ficar nas redes sociais sem um objetivo claro para percorrer.

Ah, mas eu tenho objetivo de vender mais 10% através das redes sociais. Eu tenho uma estratégia… aí você pergunta qual é o público alvo e não sabem dar uma resposta satisfatória

2 Não saber com quem está falando

Não estou falando aqui de quem dá a famosa declaração “Você não sabe com quem está falando?”

Uma grande parte vai responder  que está falando com homens e mulheres, entre 18 e 60 anos, que moram em determinada cidade ou estado.

Ou seja, querem o mesmo público de televisão aberta. Já viram quanto custa um anúncio na tv? É justamente porque eles alegam que atingem todo esse público alvo aí. Então pergunto, você precisa atingir todo esse público alvo de uma vez só? Seu público alvo é tão genérico assim?

Conheça quem são, determine faixas de idade, sexo, moradia, trabalho, hábitos de lazer e consumo. Entenda o que gostam e o que não gostam. Com isso você com certeza vai ter uma resposta melhor do que a primeira resposta…

Para investir em redes sociais sem jogar dinheiro fora, não dá pra fazer nenhum esforço sem saber com quem você está falando. Pra dizer o mínimo que uma estratégia precisa definir.

3 Não ter uma identidade

Quanto tempo a gente demora para criar nossa identidade como pessoas? Quanto tempo a gente demora para identificar características e comportamentos que nos definem?

Sim, eu sei que vai ter gente que vai me responder que ainda não sabe responder essa pergunta. Mas com sua marca, seja ela pessoal ou da sua empresa, não dá pra passar a vida toda tentando definir isso, ok?

Definir como sua marca vai se posicionar e como é que as pessoas vão identificar sua marca é fundamental quando o assunto é redes sociais.

Então, defina sua identidade, defina de que forma irá se comunicar e vamos em frente!

  • Não saia pelas redes sociais postando qualquer coisa, de qualquer jeito.
  • Não copie o estilo de outras marcas, muito menos dos seus concorrentes.
  • Não queira parecer algo que você não é, ou não pode entregar para seu cliente.
  • Não fique mudando toda vez de estilo com a desculpa que está “procurando sua identidade”.

Faça com que as pessoas, quando virem suas postagens, saibam que é sua marca.

4 Não ser consistente e constante

Muitas das vezes os clientes me dizem: fiz uma campanha, não deu resultados, aí não fiz mais nada. Ou tem aquele que quando precisa, contrata um designer ou uma agência para fazer algumas artes, mas o resto faz a toque de caixa, como dá.

É preciso, antes de tudo, ser consistente e oferecer conteúdo com disciplina. Se vai ser uma vez, duas vezes, todo dia… isso você já sabe porque já fez o passo 1, certo? Se não fez o passo um, volte 3 casas e leia o passo um de novo.

Não dá também pra seguir uma linha de postagem e do nada mudar pra outra… e depois voltar… as pessoas esperam o mínimo de coerência nas suas publicações.

Não dá pra publicar só quando as metas offline estão apertadas e você precisa vender qualquer coisa, por qualquer preço que seja.

Algumas redes até enviam lembretes: “seus 99999 seguidores não recebem uma atualização na sua rede já faz algum tempo”, não corra o risco de cair no esquecimento dos seus clientes, não corra o risco da concorrência ocupar espaço na timeline do seu cliente.

5 Não saber responder um feedback corretamente

Isso é tão, mas tão comum que quase ficou em primeiro lugar na lista.

Aprenda que sua marca não será perfeita para todo mundo. Que você pode ter o melhor molho de tomate do mundo, mas alguém pode virar pra você e dizer que o do seu concorrente é muito melhor que o seu. O mundo não acaba por isso.

Aprender a responder os feedbacks negativos é fundamental.

Empreendedores vira e mexe sofrem com isso, você está lá, se esforçando, a fazer seu melhor e vem alguém do nada e reclama que demorou pra ser atendido, que não teve o retorno como esperava, que o produto não é bom. E o que acontece? A pessoa vai lá e explode… xinga, manda procurar outra marca, diz que o cliente estava fora da razão e todo o universo de descontrole que vemos vez ou outra por aí.

Não seja o empreendedor descontrolado do ano, por favor, busque todos os prêmios, menos esse.

Foi ofendido, falaram algo que não é a verdade? Respira fundo e seja educado(a). E, primeiro passo: PEÇA DESCULPAS.

Empatia, coloque-se no lugar da pessoa, que mesmo que de forma errada, externou sua frustração com sua marca. Ajude ela a lidar com esse sentimento, ofereça reparação se for possível, convide para uma nova tentativa, faça mais, seja maior que o problema apresentado.

Sempre.

E isso vai nos levar ao próximo problema de redes sociais

6 Não trate todo mundo como se fosse um robô

Afinal, você não é um robô, certo?

Então não faça aquela programação de fazer uma lista de copia e cola ok? Você deve sim ter roteiros de atendimento, prever respostas para as dúvidas mais comuns.

Mas o que é que a gente vê? “Solicite informações inbox” ou aquela outra também: “Agradecemos seu contato, em breve retornaremos sua solicitação”. Em uma publicação com muitos comentários isso é o que mais vemos.

Responda com atenção ao que foi perguntado, verifique qual meio de contato mais interessa ao seu cliente.

Seja o mais “1 para 1” dentro das suas possibilidades.

E isso também vale para publicar exatamente a mesma coisa, em todas as redes sociais. Nem sempre as redes sociais atingem exatamente o mesmo público, então é importante se adequar a rede, senão, por mais que você nem utilize, vai parecer que você usa um agendador de postagem e não está nem aí para o seu público.

7 Não se trata só da sua marca

É preciso ter em mente que o cliente está nas redes sociais buscando interagir. Falar do que gosta, do que não gosta. Ele quer ter voz, ser ouvido.

Então não adianta ficar publicando promoção da sua marca o dia todo, todos os dias. E sim, tem gente que vai me dizer que isso é ter “consistência”.

Descubra o que seus clientes gostam, o que eles sonham ter, estabeleça uma linha de “semelhança”. Quando identificamos no outro, algo que também gostamos, passamos a nos interessar mais por esse “outro”, seja ele uma pessoa ou uma marca.

Contem sobre a rotina de vocês e peça pra falarem da deles, contem seus planos e escute os planos dos seus clientes. Ofereça outras leituras que possam ser interessantes para eles.

Por isso que ter um blog em seu site é muito bom, pois além de falar do seu produto, você pode convidar outras pessoas e marcas, para falarem de seus serviços e produtos, desde que esses produtos e serviços complementem as necessidades do cliente em relação ao consumo do seu produto.

Por exemplo, você vende imóveis, porque não chamar um arquiteto para falar de decoração, ou uma empresa pra falar de manutenção preventiva? Vai gerar bons comentários e demonstrar que você entende seu cliente e sabe do que ele precisa.

Enfim…

Com isso, tenho certeza que assim como eu, você também já deve ter pensado em mais uns 7 outros NÃO FAZER para incluir na sua lista, não é mesmo?

Conta pra gente quais foram os erros que você já parou de cometer.

E se você precisar de ajuda, conte com as minhas mentorias em redes sociais para fazer muito mais pela sua marca de forma efetiva.

Avatar
Últimos posts por Carolina Figueiredo (exibir todos)

0 responses on "07 coisas que você NÃO deve fazer em suas redes sociais"

Leave a Message

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Projeto executado por Carolina Figueiredo Marketing Digital ©. Todos os direitos reservados.
Scroll Up