Como os personagens das histórias em quadrinhos ajudam a resolver o impasse das Idades e a Gestão de Conflitos

Somos rotulados pela idade que nos encontramos.

Muitos gestores encaram isso a ferro e fogo, não abrindo portas para esse cenário, a não ser que seja em benefício próprio, onde terão algum privilégio, recompensado por alguém, como ocorrem nos Alunos Aprendizes e Estagiários.

Temos sempre a capacidade de criarmos rótulos. Com isso criamos uma desigualdade. Assim, ao limitar o ângulo de alcance, acabamos por eliminar os que estão abaixo da idade mínima (faixa etária entre 15 e 18 anos) e os acima dos 40 anos (o paradigma da ¨velhice¨) devido ao fato de não terem experiencia ou porque já passaram deste momento.

Toda essa inquietação é desfeita quando viajamos para o universo das Histórias em Quadrinhos e do Cinema.

Sempre encontramos tutores e mestres, que servem de alicerces e aprendizados, para que ajudem jovens a serem melhores do que imaginam.

Dentre eles, podemos citar, a filosofia incrível do MESTRE YODA, que transformava jovens aprendizes em guerreiros JEDIS ou, no lindo aprendizado em que ODIN, tendo que conviver diariamente as artimanhas do irmão LOKI e a honestidade de THOR. Loki quer a todo momento ser reconhecido, porém, a premissa vai depender da maturidade de aprendizagem com os mais experientes. Veja a cena sobre a perda de fé em si mesmo, entre Thor e Odin:

Peguemos o filme KARATÊ KID, que traz um dos mais belos ensinamentos:

Como desenvolver as habilidades de um jovem, e que muitas vezes não compreendemos, na qual um simples gesto, repetido inúmeras vezes como “tira casaco, coloca casaco” torna-se um viés fantástico, ao aprimorar as técnicas da defesa em relação ao oponente:

Essas mesmas ideologias dos personagens dos quadrinhos podemos agregar nas empresas.

E atender tanto para o aproveitamento de jovens e, ao mesmo tempo, contratar pessoas com mais de 40 anos, idade limite (???) para ser considerado útil. Estes, com certeza vão agregar ensinamentos belíssimos, bem como atuar melhor no controle das emoções dentro de uma equipe.

A arte de se relacionar com as pessoas, e mais ainda, na gestão de conflitos, momento em que surgem as falhas mais complexas, pode ser melhor trabalhada por uma pessoa mais experiente, que terá a sabedoria para entender os papeis de cada um.

Todos os questionamentos e ensinamentos, você encontrará de forma divertida e lúdica, dentro do universo dos quadrinhos e cinema.

E estes são fortemente trabalhados nas mentorias que desenvolvo.

Para que, gestores e recrutadores entendam, de forma integrada e junto comigo, que não devemos jamais criar rótulos, ou seja, limitando talentos ou excluindo os mais experientes.

Já pensou como tais particularidades e os ensinamentos do mundo dos HQs podem transformar para melhor suas gestões?

Conheça e solicite as mentorias que trabalho para juntos, tornarmos suas equipes vencedoras e campeãs, unindo o melhor dos dois mundos: clique agora e

Vem com a Gente!

Dênis Aquino de Castro

0 responses on "Como os personagens das histórias em quadrinhos ajudam a resolver o impasse das Idades e a Gestão de Conflitos"

Leave a Message

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Projeto executado por Carolina Figueiredo Marketing Digital ©. Todos os direitos reservados.
Scroll Up