Já ficou Vidrado?

Recentemente tive a oportunidade de assistir uma série no Netflix que me trouxe uma série de reflexões que vou dividir aqui com vocês.

A série se chama Vidrados, e é um reality show sobre uma das muitas artes que rumam a extinção: Vidro Soprado.

Aqui já te pergunto: sua profissão ou arte tem chances de virar um reality? que tipo de reality seria? Você seria um bom candidato?

Mas voltemos:  o seriado canadense conseguiu reunir dez artesãos que se enfrentam em uma competição de esculturas de vidro. O campeão recebe 60 mil dólares e a chance de fazer um estágio no Museu Corning.

Sobre o Museu Corning

Estabelecido em 1951 pela Corning Glass Works (agora Corning Incorporated) como um presente à nação para o 100º aniversário da empresa, o Corning Museum of Glass é um museu sem fins lucrativos dedicado a contar a história de um único material: o vidro. Recebendo anualmente pouco menos de meio milhão de visitantes de todo o mundo, o campus do museu abriga a coleção de vidro mais abrangente do mundo, a principal biblioteca de vidro do mundo e uma das principais escolas de vidro do mundo.

O vidro é um material versátil e antigo que ainda está sendo explorado e compreendido por artistas, cientistas e historiadores hoje. A história do vidro é uma história sobre arte, história, cultura, tecnologia, ciência, artesanato e design.

fonte: https://www.cmog.org/about

Estamos falando de uma empresa com muita história e preocupada em fazer com que a indústria do vidro continue ativa e que a arte de soprar e moldar o vidro não se perca.

O Programa Vidrados

Dividido em 10 episódios, com desafios cada vez mais complexos, é de uma beleza apaixonante o resultado final em cada programa.

Cada episódio reserva sua carga de emoção, ansiedade, stress e beleza. Tudo bem dosado e a apresentação dos resultados é impressionante.

O programa, além de despertar o interesse do vidro, enquanto produto artístico, também tem foco em demonstrar e valorizar a arte do vidro soprado.

Em muitos momentos há a enfase de técnicas, ferramentas e explicações técnicas (mas nada chatas) sobre a arte. É um excelente meio de educar seu consumidor e de despertar interesse em futuros profissionais.

Te deixo mais algumas perguntas: O que sua empresa, sua marca, está fazendo para educar seu público alvo? Você sabe dizer a importância de uma marca educar seu público alvo?

Ficou curioso(a)?

Deixo aqui o trailer pra aguçar sua curiosidade um pouco mais:

Foco em capacitar mão de obra

Muitos mercados industriais aqui no Brasil foram deixando de lado algo que é muito importante: a formação profissional. Muitas profissões eram ensinadas de pai para filho, então a indústria em si não tinha essa necessidade de formar mão de obra. Mas com as mudanças originadas da industrialização, muito foi se perdendo.

Nisso temos diversos segmentos de mercado tendo que dar treinamento para qualquer pessoa que não tenha capacitação na esperança de que alguma das pessoas capacitadas conclua o curso e possa ser aproveitada.

Melhor exemplo e super atual: não temos costureiras suficientes! Muitas indústrias estão dando treinamento para quem nunca costurou, buscando ter a mão de obra necessária para atender as demandas do mercado. (1) E não faltam só costureiras, pessoas capacitadas para operar maquinário da indústria têxtil, cada vez mais automatizada e digital também anda em falta.

O presidente do Sindivest de Maringá, Valdir Scalon afirma que “Para que as indústrias não tenham de desempenhar esse papel, uma das ações do sindicato será traçar ações para recuperar os processos de capacitação, envolvendo as universidades e faculdades da região, o Sistema Fiep e os governos federal e estadual.”

Outros mercados como a marcenaria, carpintaria, cerâmica, algumas áreas da construção civil também estão enfrentando dificuldades pela falta de pessoas interessadas ou capacitadas para os setores.

O que a sua indústria pode fazer para ter mão de obra capacitada? Como despertar nos mais jovens, interesse em determinadas funções?

O que a FatorSyn! pode fazer por você?

Além das mentorias, também temos foco em atuar na capacitação de pessoas, em diversos setores de atuação, a conseguirem oferecer melhores resultados para suas empresas.

Acompanhamos atentamente as necessidades do mercado e desenvolvemos uma série de cursos que irão auxiliar você ou seu colaborador a ter um desempenho melhor em suas atividades. São cursos na área de gestão, logística, compras, marketing e finanças.

Também temos o projeto EducaSyn!, com conteúdo voltado para a área de administração dentro das IES e suas exigências para as funções de Procurador e Pesquisador Institucional.

Há também a possibilidade de CURSOS IN-COMPANY, basta solicitar atendimento em https://fatorsyn.com.br/contato/ que nossos instrutores entrarão em contato para montarmos uma solução personalizada.

1 -“Em 2010, […]. Era uma época de falta de mão de obra, algo que, apesar do aumento do desemprego em tempos de crise, persiste até hoje. “Isso continua sendo um problema, porque falta principalmente gente capacitada para a costura, função que mais emprega nessa indústria”, explica Letícia Birolli Ferreira, coordenadora do setor do Vestuário da Fiep.Parte do problema é atribuída à falta de interesse da nova geração no ofício. “Por isso, a gente fala que as costureiras estão entrando em extinção, pois não há mais muitas jovens interessadas”, acrescenta Letícia.”
Leia mais em: https://www.gazetadopovo.com.br/parana/otimismo-setor-textil-pr/
Copyright © 2019, Gazeta do Povo. Todos os direitos reservados.

Avatar
Últimos posts por Carolina Figueiredo (exibir todos)

0 responses on "Já ficou Vidrado?"

Leave a Message

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Projeto executado por Carolina Figueiredo Marketing Digital ©. Todos os direitos reservados.
Scroll Up